"MEMO GALLERY"

A estréia na IDA da MeMo Gallery Miami, galeria americana dos mesmos sócios da carioca Mercado Moderno, tem uma abordagem política. O colar Trapézio, feito a mão pelo designer de joias Willian Farias, tem um valor maior
do que o ouro 18 quilates em que foi produzido e a originalidade da criação com seu efeito 3D. Ele tornou-se relevante precedente na história do Direito Autoral no Brasil. O Trapézio foi reproduzido sem autorização em 300 peças de latão por uma grande grife carioca e, depois de uma ação judicial que se arrastou por três anos, os responsáveis pelo plágio foram condenados em decisão final. O caso abre um precedente em setor até então dominado pela impunidade. Doravante, os criadores estão mais protegidos e os plagiadores menos incentivados. Além da necessária crítica, com esta exposição a Memo Gallery Miami quer homenagear o Brasil que funciona.